Romance – Caminho sem Saída: Capítulo 4: Kadurimm Efindor

Kadurimm tem 1,45m e 60Kg. Típico anão: barba e cabelos grandes, ambos negros. Seus olhos também são escuros, mas são castanhos. Seus únicos acessórios notáveis são a capa azul e seu cinto de prata, aparentemente mágico.
Usa uma armadura pesada a todo tempo e por sinal se sente muito confortável com ela. Mas o mais notável é sua marreta, ela tem 1,55m de comprimento e a ponta pesada é um paralelepípedo de 80cm x 30cm X 30cm.

A família Efindor é muito conhecida em Doher, pois em uma certa primavera eles tiveram o desgosto de ter um anão negro como descendente. Anarin Efindor fez o que tinha que ser feito! Com muito desgosto e arrependimento entregou seu filho para ser banido do reino.

Kadurimm é o segundo filho do casal. Nascido forte e saudável, ele era apenas mais um mineiro da gigantesca cidade subterrânea.

Ele e seu pai tinham uma entrega pra fazer em Valkaria, e esta foi a primeira vez que Kadurimm percorreu os labirintos entre o ‘mundo de cima’ e Doherimm. Ele achava tudo muito diferente, as plantas, os animais. Mas nada pode ser perfeito.

Enquanto traçavam normalmente seu caminho, foram surpreendidos por um grupo de orcs. Nenhum dos dois sabiam lutar, mesmo assim, o pai empunhou um velho machado que carregava e tentou se defender. Derrubou um dos orcs como se estivesse derrubando uma árvore, depois não teve tanta sorte. Enquanto voltava-se para atingir mais um de seus oponentes foi atingido nas costas por uma espada. Kadurimm viu seu pai falecer em sua frente, porém não poderia esperar a morte de braços cruzados, mesmo só tendo 22 anos, empunhou o mesmo machado que seu pai usara e frenéticamente combateu os orcs, girando golpes para todos os lados. Venceu.

Sujo de sangue, cansado e com seu pai morto, Kadurimm não tinha o que fazer, estava desesperado. Viu um homem com uma túnica marrom se aproximando. Ficou tenso, empuhou novamente o velho machado e esperou o que poderia ser o seu fim.

–Pequeno, eu não quero machucá-lo – disse o homem.

–Não acredito! – respondeu firme enquanto corria na direção do homem visando desferir-lhe um golpe transversal com o machado.

O homem então girou o corpo e com um das mãos segurou o machado no vão entre as mãos do anão. “Não sou seu inimigo! Deixe-me tentar te ajudar”.

–Você não pode! Meu pai está morto! – respondeu o anão tentando puxar de volta o machado.

–Podemos trazer seu pai de volta a vida.

–Podem?

–Sim. Você só vai precisar fazer uma missão para Thyatis.

–Quem é esse?

–O deus da ressureição e profecias. Ele pode trazer seu pai de volta. Eu sou um dos servos dele, e foi ele quem me disse que você estaria aqui.

O garoto então ficou maravilhado e por horas ficaram os dois conversando enquanto caminhavam para o templo do sacerdote carregando o corpo do falecido na carroça que antes levava a encomenda.

Assim que chegaram ao templo, o corpo foi encaminhado para o salão de rituais enquanto o garoto foi de encontro aos sacerdotes qe lhe dariam a missão: “Passará cinco anos ininterruptos nas montanhas. De lá tirará sua comida, abrigo e qualquer outra coisa que precisares.”

O garoto aceitou e partiu para as montanhas, onde treinou com as pedras por cinco anos, a contagem dos dias era feita com riscos nas paredes. E então retornou.

–Desejo ver meu pai – foram suas primeiras palavras ao sacerdote que conhecia.

–Seu pai retornou à Doher. Mas você não pode ir vê-lo, tens que cumprir sua missão.

–Eu já cumpri – disse ele calmamente

-Na verdade, sua missão ainda nem começou. Vá até Valkaria! Lá encontrará seu destino. – disse o clérigo – Tome! Leve este presente junto – agora pegando uma enorme marreta detelhada que fez os olhos de Kadurimm brilharem.

-Como saberei qual é a minha missão? – disse pegando a marreta

-Acredite você saberá quando chegar a hora. – encaminhando-se para o outro salão.

Muito mais calmo, Kadurimm seguiu para Valkaria.

Amondelys

Esse post foi publicado em Amondelys, Arton, Caminho sem Saída, Literatura, Personagens, RPG, Tormenta. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s