Resenha: Mighty Blade

Ok, vamos começar,

Bem, como alguns dos leitores já sabem, o meu sistema principal de RPG é o Mighty Blade, sistema livre, que é excelente para iniciantes, e por isso hoje vou fazer uma pequena revisão, ou como é conhecido ai no Brasil, uma resenha, sobre o sistema.

O Mighty Blade segunda edição já tem 1 ano, mas é o resultado de mais de 5 anos de evolução. Sempre em mente um jogo de fantasia medieval simples e divertido. Hoje o sistema conta com um site oficial e uma revista mensal online com mais material para seus jogos, tendo sempre suporte e novidades para seus jogos. Além de aventuras, monstros e habilidades, a revista Dragon Cave seguidamente apresenta novos cenários de campanha, como Drakon e Sorrowland. Já está no número 6 e até o final do ano de 2009 dará origem a vários suplementos como o Guia de Itens Mágicos e o Guia de Monstros.
Portal RPG online

O sistema Mighty Blade conta com uma facilidade de aprendizagem extrema, na minha opinião bate até mesmo o 3D&T, uma das razões é a pequena ficha facilmente preenchida até por alguém que nunca viu RPG na vida (menos a defesa, toda a gente se engana a calcular defesa, não sei porque), e cada jogador apenas tem que ler as primeiras paginas, para ficar já a conhecer quase todos os elementos da sua ficha, a partir dai é só escolher uma raça e uma classe, e apenas é necessário ter conhecimento dos bónus e habilidades da própria raça/classe.
Mas o que me leva a dizer que Mighty Blade é melhor para iniciantes é mesmo o trabalho que o mestre tem, neste post D’O Clerigo, já é referida a facilidade dos mestres aprenderem a mestrar com o sistema, e eu confirmo, o mestre aqui não tem que saber imensas informações, outras regras e a única tabela é a de Dano de armas, que deve ser anotado pelos jogadores, deixando assim a cabeça do mestre livre para se preocupar apenas com a historia, porque se a historia no fosse o ponto mais importante, não seria RPG.
Outro ponto que me agrada muito são as tabelas de armas, e o conhecido dano fixo, de que muita gente se queixa, não entendo porque, existe uma rolagem para ver se o ataque acerta ou não, e se for critico dobra o dano, nada mais simples, parece-me claro que não é necessário mais uma rolagem só para ver se fez mais ou menos dano.
Falando nas rolagens, é bom salientar que, como 3D&T, Mighty Blade apenas usa dados de 6 lados, os famosos d6, que você pode discretamente remover do jogo do Monopólio/Banco Imobiliário, mas ao contrário de 3D&T, são usados números variáveis de dados, podendo ir de 1d6 até ao extremo de 4d6 (existe apenas uma única habilidade permite rolar 4d6), mas o mais habitual é rolar 2d6, dando uma curva de valores interessante ao sistema.
Não são precisos dados especiais para RPG, o d6 resolve
Mas não se deixem enganar pela aparente simplicidade, como eu já disse, depois de escolhida a raça e a classe, o jogador só tem que ler as páginas referentes às mesmas escolhidas, mas cada uma das 8 classes (Espadachim, Guerreiro, Bárbaro, paladino, Ranger, Ladrão, Feiticeiro e sacerdote) conta com um número elevado de habilidades* que garantem que nenhum personagem é individualista, ou seja, nenhum personagem consegue fazer tudo bem sozinho, assim como as 5 Raças (humano, anão, elfo, halfling e orc), também apresentam características sobre elas, como as classes comuns aquela raça, e mais um punhado de habilidade que também são (quase todas) exclusivas para uma raça.
*Habilidades são tudo o que o personagem sabe fazer, sejam elas de combate, como o Golpe Devastador e o Ataque de Hydra, mas também existem aquela que estão ligadas aos conhecimentos fora do combate, como Cavaleiro Experiente e Sabedoria Selvagem.
Já o apoio por parte comunidade é incrível, Mighty Blade tem um fórum, onde são postados diversos materiais criados pelos utilizadores do sistema, mas alem disso existem muitas opções oficiais, como os cenários Drakon e Sorrowland, os já lançados suplementos Monstrum Codex para mestres e os suplemento Guia do Herói: Raças para jogadores, tendo o próximo suplemento, Guia do Herói: Classes, previsão de chegada em Maio, segundo a última informação sobre o mesmo da parte do criador do sistema, Tiago “Coisinha Verde” Junges. Existe ainda a revista mensal Dragon Cave, que conta com matérias oficiais diversas com imensas regras opcionais, monstros novos e até aventuras prontas, sempre com uma excelente qualidade.
Com todos estes materiais, o que você precisa mais ?
Fica então a dica, visitem o site, baixem o manual e leiam, mesmo que não estejam interessados em mudar de sistema, conhecimento não pesa, e que sabe, tenham umas ideias para aplicar regras opcionais no sistema que usam.

Até á próxima sessão,
CyberVitor
Esse post foi publicado em CyberVitor, Mighty Blade, Resenha. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s