Mesas Online

Ok, vamos começar,
Ora bem, tenha andado um pouco desaparecido, mas não pensei que desisti, estou passando uma péssima parte da escola, enfrentando o fim do curso e em pouco tempo vou começar estagio, por isso vou, muito provavelmente ter que me limitar a um post semanal, mas se possível, vou preparando alguns posts e posso postar um post mais “elaborado” talvez quinzenalmente. Mas calma, os estagio são só 2~3 meses (depende de quantas horas de trabalho diárias), e depois ferias de verão, com muito RPG e muitas matérias minhas aqui n’O bardo!
Mas vamos ao que interessa…

Á algum tempo, ingressei em 2 mesas de rrpg firecast, uma semanal, e outra 2/3 vezes por semana, estou a gostar muito de ambas as salas, mas notei alguns pontos, que já tinha sentido quando jogava no rpg2ic, que, de entre todos, o maior é o tempo de jogo.
Quando se está no computador é muito mais fácil distrair-se com algum programa, falando com alguém no messeger, ou umas trocentas outras coisas, enquanto na mesa presencial, quando alguém divaga demais, é só o mestre dar “uma palavrinha” para que a pessoa volte ao jogo.
Existem outros problemas menos, como por exemplo as interpretações. Quando alguém escreve uma descrição maior, normalmente tem aquele vazio, ninguém fala nada enquanto o outro digita a acção, enquanto na mesa presencial, sempre tem alguém falando, você está sempre a ouvir alguém interpretando. Este problema pode ser resolvido facimente, bastando que o jogador/mestre (sim, isto também vale para os mestres) fação narrações curtas, mas muitas seguidas, assim estão sempre a entrar pequenas mensagens e toda a gente estará a lê-las, mas vale a pena deixar um pequeno sinal de que acabou a acção ou assim, para não deixar o mestre sem entender o que você fez.
Outro ponto importante são as batalhas, eu, por experiência própria, sei que um combate na mesa presencial pode ser complicado, e os jogadores devem estar muito atentos para que saibam quando é a vez deles, agilizando o processo dos dados e do dano, mas mesmo assim é necessário lembrar que, como já disse na mesa online é mais fácil distrair-se. Já li algures, creio que foi no fórum de Mighty Blade, que se deveria reduzir os Pontos de Vida dos adversários (no caso de serem usados inimigos preconcebidos) para metade, mas dobrando o seu poder de ataque (no geral claro, não vou ser muito especifico, mas se aumenta o ataque corporal aumente o ataque á distancia e o dano das magias/habilidades), tornado os combates mais rápidos e muito mais mortais.
Existe mais um problema, mas esta afecta os mestres que mestram online, mas os jogadores são os causadores deste, na minha opinião, ENORME PROBLEMA!
É aquela situação em que toda a gente chega na mesa, nova, acabadinha de criar, todos criam ficha, jogam um prelúdio da aventura e tudo mais, até ai óptimo, o problema vem depois, que é quando se tem que marcar outra sessão.
Aqui começa o problema, acontece que a hora de ninguém dá com a de ninguém, e acabam por fazer um jogo semanal, Isto, é a melhor hipótese. A pior é quando combinam um dia, o mestre, ou pior, um jogador chega e não tem ninguém na sala, ele ainda espera um pouco, mas depois de 30 min~1 Hora ele acaba por sair e nunca mais se junta o grupo, isto é completamente devastador para qualquer mestre, pois tira toda a vontade de algum dia mestrar outra mesa virtual, sabendo que isto pode ocorrer de novo.

Estes são apenas alguns dos problemas das mesas online, que muitas pessoas dizem óptimas porque “permitem jogar ao longe” ou “não precisão de materiais ”, mas lembrem-se por jogar ao longe não quer dizer disponibilidade, é mais fácil juntar um bando de 3~5 amigos de rua e formar uma mesa de rpg do que juntar uma mesa virtual que funcione perfeitamente.
Mas não só coisas más, por exemplo as mesas virtuais são excelentes para ONE-SHOTS mas mesmo assim seria uma coisa demorada devido ao tempo gasto em preparação de fichas, mais o tempo perdido por distracções.
Mas você perguntam,”Vítor, se você não gosta, porque você ainda vai lá?” É fácil responder, porque mesmo com todas as vantagens da mesa presencial, você não pode levantar da cadeira e chamar repentinamente todo o mundo da mesa para um joguinho (Quer dizer, poder pode, mas segundo a minha experiencia pessoal, alguém não poderá vir, e *nunca experimentei* se você fizer isto a meio da noite muito provavelmente será alvo de espancamentos no dia seguinte [ou não]), nas mesas online você entra e tem sempre (ou quase sempre) uma mesa pronta para receber você para jogar.
E é assim que me sinto sobre os jogos de rpg narrativo online, o VOCÊS leitores acham dos rpg’s online? FALEM um pouco sobre isso nos COMENTARIOS  😉
PS: O parágrafo superior poderá conter mensagens subliminares.
Até á próxima sessão,
CyberVitor
Esse post foi publicado em CyberVitor, RPG2IC, RRPG. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s