Post do Leitor – Maurício

E ai Bando, estou aqui abrindo uma nova página dentro do Bardo, que é a seguinte idéia, vocês mandam pra gente o que desejarem que seja postado, e nós colocamos no ar, lembrando, desde que tenha algo a ver com o mundo geek/nerd ou que tenha algum tipo de propósito ou material de qualidade, aqueles que quizerem enviem um e-mail pára alissondgf@hotmail.com com o material que deseje postar.
Mas fica esses espaço pra vocês postarem suas visões de mundo, idéias para crônicas e etc…
Bom, abro essa nova página com a Postagem de um amigo meu de infancia Maricio Bitencourt, Mais conhecido como Jedi pela gurizada.

———————————————————————-

Olá a todos vocês,amigos!

Em primeiro lugar,eu gostaria de agradecer ao Alisson pelo convite para postar no blog.Somos amigos de longa data e desde que me conheço por gente,trocamos idéias a respeito de nerdices de um modo geral.
Me chamo Mauricio.Relutei um pouco sobre a possibilidade de postar no fórum,mas é coisa que eu venho pensando já tem um bom tempo.Tenho gosto pela escrita,apesar de ter pouco tempo.Dessa vez,”challenge accepted”!
Estou aqui pra me juntar à familia e compartilhar as minhas experiências convosco.E pra acabar com a lenga-lenga,estrearei meus posts com um tópico sobre situações de batalha inusitadas em RPG!
Não me atrelarei a um sistema em especial,até pq são situações que podem ser utilizadas em quaisquer ambientes(dependendo da contextualização,obviamente).Em uma das campanhas que eu narrei,surgiu-me uma idéia de situação de luta muito interessante.
Os players estavam se locomovendo de uma cidade a outra,por uma estrada,de carroça(sim,era campanha de D&D).Até que foram surpreendidos por bandidos de estrada.”Porra,mas que merda de idéia clichê!”,tu deve estar pensando agora…
Aparentemente,sim.Só que eu trabalho com um método deveras interessante.”Temperar o clichê”.Aparentemente,seria apenas mais um confronto de porradaria,típico de campanhas medievais e com um pano de fundo onde não existe um motivo pra que a luta não seja executada.Porém,o encanto está nos detalhes.Claro que isso requer um pouco mais de paciência e planejamento.Mas o resultado final é plenamente satisfatório.O sorriso dos jogadores no fim da batalha foi bem gratificante.Uma batalha divertida vale mais do que uma batalha simples com grandes quantias de xp…Pelo menos pra mim… =P
E como sou do tempo em que RPG era diversão,pensei em como tornar essa batalha divertida.Óbvio que eu não iria matá-los,mas lhes daria um bom choque!Bom…Os aventureiros estavam levando consigo um tesouro,fruto do sucesso do soerguimento de um vilarejo,devastado por uma praga.A estrada estava bloqueada por 3 bandidos,armados com armas brancas(leia-se qualquer classe combatente).Dois bandidos ladinos renderiam o guia da carroça,enquanto isso,sem o conhecimento dos guerreiros,mais dois arqueiros estavam à espreita.Então,haviam alguns riscos notáveis.E nessa batalha,a coisa correu exatamente como eu planejava.
1-Eu sempre tenho um bardo npc no grupo.É o cara que sabe das coisas quando os testes de conhecimento falham,é o cara que evita batalhas nas horas certas,mantém os players unidos…Enfim,um bundão,mas ainda assim,o melhor amigo de qualquer mestre!Os jogadores já cairam nas graças do Bardo e,nesse caso,o procedimento seria acreditar nas tentativas do Bardo de livrar o grupo de qualquer risco,para condições mais favoráveis de luta(tendo em vista que o guia da carroça estava com uma faca de ladino no pescoço).
2-“Podem levar o tesouro,mas depois lhes pegamos pelas costas!”,era a idéia do Bardo.E assim ocorreu.Com o guia da carroça livre pra lutar,o confronto finalmente iniciaria.Porém com algumas preocupações.Por mais que os aventureiros sejam desapegados ao materialismo(no caso de monges,por exemplo),o tesouro não necessita ser exatamente material.Mas sim algo que no momento causasse uma preocupação aos players.E nesse caso,precisariam bolar uma estratégia de batalha pra manter os bandidos sem rotas de fuga.Obviamente,o diálogo com os bandidos deve ter começado com os mais metidos a “facão-sem-cabo” do grupo.Por serem os mais barra-pesada,tomaram o fronte de batalha.No caso do meu grupo,era um guerreiro e um paladino.ótimos pra segurar ladrões de nível moderado.E os dois ladinos da retaguarda,ficariam a critério dos outros jogadores.No caso,um guerreiro arqueiro e um monge.Um combatente ágil seria bom o suficiente pra menter os inimigos flanqueados e impedidos de fugir com o tesouro.
3-Mas não seria tão simples assim.Na batalha,coloquei também as iniciativas dos arqueiros escondidos(lembram?).No meio do combate,eu pedi pra que os combatentes rolassem testes de ‘observar’(isso se não fossem alvejados pelas flechas…uheuheuheuheuh),pra localizar os arqueiros.Não sei se eu fui muito maldoso,mas eu coloquei esses arqueiros em cima de árvores,o que possivelmente geraria um teste de escalada pra,ao menos,uma tentativa de derrubar os arqueiros.Os combatentes a distância não tiveram problemas.Em compensação,a cena dos que não tinham armas a distância jogando pedras era impagável!
Obviamente,trata-se de uma situação mais requintada.Talvez até um pouco mais chata,pra certas mestres e/ou jogadores.Mas pra campanhas monótonas e jogadores entediados,esse tipo de situação pode tornar o raciocínio mais ágil e dar uma acordada nos jogadores(principalmente os meus,pois jogamos na madrugada).
Enfim…Uma adversidade nas batalhas é sempre divertido.Claro que tu não vai querer matar os players com um desafio que eles não possam resolver.Faça-os se sentirem importantes.Afinal,RPG é diversão!Quem sabe uma luta corpo-a-corpo contra alguma espécie voadora num chão lamacento possa gerar boas risadas com testes de equilíbrio e falhas críticas…
———————–
Envie Sua postagem para alissondgf@hotmail.com e tenha suas idéias publicadas aqui no Bardo
Esse post foi publicado em Alisson, Post do Leitor, RPG. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s